O labirinto foi só o começo

Olá terráqueos, estou meio atrasadinha com o post de hoje, mas é que aconteceu várias coisas nesses últimos dias e eu não estava com nenhum pingo de vontade de vir aqui ( sendo sincera), mas eis que não posso deixar isso aqui encher de teias de aranha. Então, hoje só quero falar sobre um filme bonzão que está no cinema (acho que está ainda).

Lembra que eu anunciei aqui quando saiu o trailer, então eu realmente estava bem empolgada. Juro que quando assisti o primeiro filme eu quase morri no cinema, mas agora eu morri de verdade, quem tá escrevendo isso aqui é a minha alma haha. Enfim, esse filme é uma mistura bem louca pra agradar (quase) todos os públicos: tem zumbis, tem o contexto pós-apocalíptico, aquela “bagunça” dos filmes catástrofes e as aventuras dos adolescentes que compõem a trama.

Quando vimos o poster de Prova de Fogo, sabíamos que o labirinto tinha sido só o começo, se só de pensar em ir pra São Paulo e ficar sem água eu já sofro, imagina ficar num deserto de verdade (haha desculpa paulistas ♥). Em Maze Runner – Correr ou Morrer, tínhamos um único cenário e um obstáculo preciso, mas agora Thomas, Minho, Newt, Teresa e os outros Clareanos tem que combater um número quase infinito de perigos mortais.

E o filme já começa nessa loucura que são os filmes de ação, eles fogem da clareira, depois fogem dos cientistas, tem que sobreviver no deserto, tem que lidar com zumbis (os Cranks), depois com rebeldes e, como se não bastasse, todos os seres e máquinas querem matá-los, ou seja, o mundo é mesmo cruel.

O filme é bom, os efeitos especiais foram usados com maestria, mas o que realmente me intriga é o que é o C.R.U.E.L? Eu não li o livro, e a curto prazo não pretendo ler (só se me presentearem haha), mas acho que isso deveria ter um sentido, alguma explicação mínima. Ou eu sou muito tapada e não percebi.

E eu disse que não gostava muito da Teresa, por um lado o fato dela ter feito o que fez nesse segundo filme me deixou com um gostinho de “ará! eu sabia“, mas vai que ela é uma Katniss da vida e se colocou numa posição de martírio para defender um bem coletivo…? A gente nunca sabe o que esses escritores tem na cabeça né haha

E como o próprio nome da trilogia sugere, o filme é mesmo uma “correria”: dos Cranks, do C.R.U.E.L… preparem-se pra ficar sem fôlego rs

xoxo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s